Pinheiro Silvestre

Ao contrário das folhosas, nos pinheiros os ramos não podem ser fortemente podados. Neste exemplar foram realizadas várias torções no ano de 2013 para aproximar os ramos da sua posição final e a árvore foi deixada livremente a crescer. Já em 2014 foi colocada num novo vaso de treino.

Em 2015, já com a árvore estabelecida no novo vaso, e com vigor, procedeu-se ao primeiro desenho.

Com a progressiva densificação dos patamares a árvore ganhará muito e destacar-se-á o seu movimento dinâmico acentuando a forte conicidade do tronco.
Trabalho de transplante e primeira estilização de pinheiro silvestre.